Menu

Categorias











Fato Consumado
15Nov2012 22:30:49
Publicado por:

fato_consumado.jpg

 

 Uma tristeza se instala em meu peito...

Tento alegrar minha alma,

não tem jeito.

 

Quero chorar este amor...

Agora, fato consumado:

Entre nós, tudo acabado.

Tudo roto, tudo escancarado

perante as mil maravilhas

do prazer.

 

Notório é morrer e dizer “tchau”

para as alegorias da vida...

Morrer não de morte:

Morrer de amor.

 

Morrer para a ilusão perdida,

para a carne consumida

e oferecida

a bel prazer.

 

AJ Cardiais

imagem: google



Partilhar:

Artigos Relacionados
Levando No Grito
Artesão De Ideias
Obrigado Poeta
Amor Parado No Tempo
Despido De Futilidade
Um Péssimo Otimísmo
Poema Agreste


Para poder comentar necessita de iniciar sessào.